Imprensa

Reta final nos preparativos do maior congresso aeroagrícola do mundo

/ /

A seis dias do maior evento aeroagrícola do mundo, os preparativos para o Congresso da Aviação do Brasil seguem a todo vapor no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho/SP. Realizado pelo Sindicato Nacional das Empresa de Aviação Agrícola (Sindag), o evento deve reunir pelo menos 3 mil visitantes este ano e terá cerca de 140 expositores em sua mostra de tecnologias, aviões e equipamentos. Além de 47 apresentações e debates se revezando em três auditórios. O que inclui também a programação especial para os pilotos, a cargo do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA, parceiro no evento).

A agenda do Congresso terá discussões com autoridades, políticos, pesquisadores, empresários e técnicos, além palestras de estrelas como o curador do projeto Fronteiras do Pensamento e comentarista político Fernando Schüller e o agrônomo e jornalista Donário Lopes de Almeida, membro do conselho do Canal Rural. Além do deputado federal e ex-secretário de Agricultura paulista Arnaldo Jardim. Isso sem falar na mais jovem estrela de todos os encontros aeroagrícolas brasileiros até hoje: o menino Matheus Amaral, de 8 anos. Em um bate-papo com o publicitário Ricardo Beccari (do canal Porta de Hangar, no YouTube), ele vai falar sobre o tema Filho de Piloto. Será durante o lançamento da revista Flapinho, voltada para o público infantil e com figuras para colorir alusivas ao setor aeroagrícola.  

Além disso, nos três dias de evento haverá demonstrações aéreas de pulverização e combate a incêndios com aviões e de operações com drones, sempre do meio-dia às 14 horas, na área nos fundos do pavilhão do evento.

INOVAÇÕES

Com a expectativa de bater todos os recordes de eventos do setor já realizados no Brasil, o Congresso de Sertãozinho será uma vitrine não só do tamanho e da importância do setor aeroagrícola para o País, mas também do novo patamar de maturidade a que esse segmento chegou no Brasil  – que há muito tempo já possui a segunda maior e uma das melhores aviações agrícolas do planeta. Com foco em segurança, tecnologias, gestão e políticas para o setor, o encontro anual (e até então itinerante, embora isso ainda deva ser definido) inova ainda com a realização de Fóruns de Pesquisas Científicas (com representantes de universidades de todo o País, Embrapa e outras instituições), Político (com executivos e parlamentares federais e estaduais), de Drones, de Tecnologias de Aplicação e ainda sobre temas um tema que tem gerado preocupação nos últimos meses: o Mercado de Gasolina de Aviação (avgas) no País.

Desde 2016 o evento aeroagrícola teve a organização assumida diretamente pelo Sindag (que antes terceirizava essa tarefa) e desde o ano passado mudou de nome por abranger todo o setor (antes era Congresso Sindag, porque originalmente era mais voltado às empresas aeroagrícolas. Depois disso, o evento cresceu mais de 100% em participação. Antes o número de expositores mal chegava a 60 e as inscrições antecipadas era no máximo 200. Agora, além e mais do que dobrar a mostra técnica, há mais de 1,5 mil inscrições antecipadas, noventa e cinco delas de empresas aeroagrícola (entre e as 253 existentes no Brasil), além de estudantes de mais de 50 universidades, escolas técnicas e outras instituições de ensino do País, dezenas de pilotos, técnicos e outros profissionais.

O Congresso em Sertãozinho tem ainda o apoio da Prefeitura local e de quase 30 entidades da indústria, agronegócio, de profissionais da aviação e de mídia. Além do patrocínio da Air Tractor (Silver), Embraer e Pratt & Whitney (Bronze) e Bayer, Up Insurance, Syngenta, Turbine Conversions e Basf.

 Veja mais em

www.congressoavag.org.br

www.sindag.org.br

A montagem dos estandes e auditórios começou no sábado e deverá ocupar 9 mil dos 12 mil metros quadrados do Pavilhão do Centro Zanini