Imprensa

Palestras movimentaram aviação agrícola e profissionais do agro no MS

/ /

A última semana foi de encontros sobre boas práticas e aperfeiçoamento técnico para operadores, pilotos, equipes de apoio, produtores e revendedores de produtos no Mato Grosso do Sul, por conta do ciclo de palestras promovido pelo Sindag e Syngenta. Com o tema Boas Práticas – Tecnologia de Aplicação, a programação integrou o Projeto Aviação Agrícola 2020, que é patrocinado pela Syngenta, e percorreu cinco municípios entre a segunda e a sexta-feira (dias 11 a 15), reunindo em cada um deles público local e de cidades próximas, em palestras realizadas em hangares ou salas de empresas associadas ao Sindag.

As apresentações estiveram a cargo do engenheiro agrônomo e professor Alisson Augusto Barbieri Motta, da empresa AgroEfetiva, parceira do programa Certificação Aeroagrícola Sustentável (CAS). O foco principal foi na prevenção à deriva e na responsabilidade de todos os profissionais pela boa imagem do setor. As palestras abordaram os princípios do CAS, passando pelo uso de tecnologias de ponta na aviação, regulagem dos equipamentos, segurança e vantagens do setor aeroagrícola.

Segundo Motta, a quantidade de público foi dentro das expectativas e a receptividade foi excelente. “O pessoal participou bastante, fazendo muitas perguntas.” Um diferencial bastante positivo foi justamente a participação também de agricultores, agrônomos e revendedores de produtos. “Estamos mostrando o quanto a aviação é segura e o que é preciso para garantir isso”, resumiu o palestrante.

EMPRESAS
Para o empresário Guilherme Barini, da Tenoar Aviação Agrícola, de Chapadão do Sul, a palestra faz a diferença mesmo para que já está há muito tempo no ramo. “É importante para atualizar e conscientizar a turma sobre tecnologias e procedimentos”, completou. A Tenoar sediou o encontro da segunda-feira (11), que teve cerca de 30 participantes – entre pessoal da empresa e de fazendas próximas.

Na terça, foi a vez da Serrana Aviação Agrícola, em São Gabriel do Oeste. “A turma foi bastante eclética e a palestra foi muito produtiva. Reunimos pessoal da empresa, produtores e representantes de revendas”, assinalou o empresário Caio Balzan. Já na quarta a movimentação foi em Sidrolândia, no hangar da Inovar Aviação Agrícola, onde, segundo a empresária Ana Maria Stival, reuniram-se cerca de 30 pessoas. “O pessoal gostou muito da palestra, que foi enriquecedora”, ressaltou.

Em Fátima do Sul, o encontro foi na HP Aero Agrícola, na quinta. Onde o empresário Sebastião Garcia Diogo engrossou a boa repercussão da iniciativa: “Estaremos sempre com as portas abertas para ações desse tipo”. Sensação experimentada também em Aral Moreira, na sexta, no fechamento do roteiro de palestras. “Manhã muito produtiva”, resumiu Roni Cordeiro, da Romaer Aviação Agrícola, onde a plateia teve cerca de 20 participantes.

FECHANDO O ANO
A movimentação no MS encerrou uma programação que em outubro teve encontros promovidos em parceria com empresas aeroagrícolas de São Paulo em outubro. Ainda no mesmo mês, as discussões sobre boas práticas na parceria Sindag/Syngenta/CAS foram incluídas também nos dois encontros que fecharam o ciclo do projeto Sindag na Estrada, em Rio Verde/GO e Primavera do Leste/MT.

Segunda-feira – Tenoar Aviação Agrícola

Segunda-feira – Tenoar Aviação Agrícola

Segunda-feira – Tenoar Aviação Agrícola

Terça-feira – Serrana Aviação Agrícola

Terça-feira – Serrana Aviação Agrícola

Quarta-feira – Inovar Aviação Agrícola

Quinta-feira – HP Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola

Sexta-feira – Romaer Aviação Agrícola