Imprensa

Academia de Líderes – segunda edição confirma receita de sucesso da iniciativa

/ /

Para uma turma de 18 empresários e gestores de empresas aeroagrícolas, a última quinta e sexta-feira (dias 27 e 28) foram de imersão em palestras e exercícios sobre gestão de pessoal, soluções de conflitos e tomadas de decisões. Tudo por conta da segunda edição da Academia de Líderes da Aviação Agrícola Brasileira, que teve ainda reflexões sobre planejamento, relações com o mercado, ética, reputação e outros temas. A movimentação ocorreu em Goiânia/GO, no espaço de convenções do Confort Hotel.

Encontrou reuniu 18 empresários e gestores em dois dias de imersão para formar lideranças de alta performance

A iniciativa do Sindag para desenvolver lideranças de alta performance entre suas associadas ainda aprimorou a receita de sucesso de sua primeira edição (ocorrida em abril do ano passado, em Ribeirão Preto/SP). Por exemplo, com reflexões sobre gestão emocional e de conflitos através do Aikido (arte marcial japonesa). A Academia de Líderes teve novamente como instrutores Luísa Utzig (da empresa Três Facilitação e Desenvolvimento Humano), o diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle, e o secretário executivo da entidade, Júnior Oliveira, com o acréscimo do sensei Luciano Giannini, da Budo Experience (Aikido).

“A II Academia foi projetada para ser uma imersão no ser das lideranças da Aviação Agrícola do Brasil. A lógica construída para a agenda levou os participantes a ampliar sua autopercepção e compreender o papel de cada um na liderança do seu negócio”, explica Luísa Utzig. “Na reta final, os participantes foram convidados a treinar algumas técnicas importantes para líderes, como a habilidade de construir boas perguntas e construir um feedback”, completa. Além disso, os empresários e gestores puderam definir um plano de ação no prazo de um ano, guiado por uma visão pessoal de 5 anos.

IMPACTO

Novamente, a Academia de Líderes surpreendeu muito, e positivamente, quem participou. “Achei muito bom o curso. Muito bom mesmo, tanto a dinâmica quanto o material”, conta Helena Silva Oliveira, da empresa Centroar Agro Aéreo, de Goiânia. “Achei que íamos só ouvir e ouvir. Não esperava que fosse assim tão bom”, completa, ressaltando que não só indicou a Academia para vários empresários, como, se puder, espera repetir a experiência.

Já a gestora administrativa da Inovar Aviação Agrícola, Ana Machado Stival, de Sidrolândia/MS, classifica a experiência como “indescritível”. “Foi uma oportunidade incrível para desenvolver o autoconhecimento, aprender a lidar com os conflitos e desafios do cotidiano, dominar as emoções tendo por base as dimensões do ser (pensar, querer, sentir), reconhecer os próprios talentos e, principalmente, os da equipe”, resume. “Saio muito realizada e desejo que todos os empresários e líderes da aviação agrícola tenham a oportunidade de passar pela Academia.”

QUALIFICADOR DE CAPITAL HUMANO

Para o gerente comercial Juliano Petry, da Travicar Tecnologia Agrícola, que patrocinou o evento pelo segundo ano consecutivo, essa edição da Academia de Líderes “contemplou positivamente todas as expectativas criadas pelo êxito da edição 2019, certificando o projeto como qualificador do capital humano nas empresas de aviação agrícola do Brasil”. Mais do que isso, Petry destacou a elevação de nível já nessa segunda edição. “Novas palestras, depoimentos e dinâmicas, com uma excelente participação e interação de todos.”

A qualificação do capital humano é uma das políticas da Travicar e o representante patrocinadora ainda ressaltou: “Esperamos que em 2020 tenhamos um evento ainda mais qualificado e que cada vez mais consigamos despertar o interesse e envolvimento do nosso setor.”