Colunas

Agricultura e humanidade: Tudo veio da agricultura.

Devemos tudo à agricultura. O homem quando deixou de ser caçador e nômade, pelo aumento das populações e falta de caça e espaço, começou a plantar há cerca de 10 mil anos atrás, no neolítico. As primeiras sementes criolas de trigo, milho e outros cereais, foram lançadas pelas mulheres, que ficavam nas primeiras aldeias na mesopotâmia. As cidades começaram a surgir perto de rios e zonas agrícolas. Os primeiros engenheiros construíram os primeiros aquedutos e sistemas de irrigação. A escrita veio da necessidade de a humanidade aprender a contar e anotar as quantidades de grãos produzidos. Exércitos apareceram para proteger as cidades. As transações comercias apareceram pela troca de diferentes grãos e produtos produzidos por diferentes povos. A navegação fluvial, lacustre e marítima surgiu da necessidades que esse comércio trouxe. Surgiram as primeiras leis, o direito e os advogados das disputas geradas pelos conflitos de interesses do comércio e da agricultura. A revolução industrial começou com os produtos têxteis, seda e algodão. A medicina começou a tirar das plantas os principios medicinais dos remédios. A agricultura forçou a construção de melhores máquinas e equipamentos para trabalhar a terra na revolução verde. Da terra sai toda produção que alimenta a humanidade, as criações de animais e a matéria prima para se produzir quase tudo que existe hoje e mantém a vida como a conhecemos.