Imprensa

Associada do Sindag promove primeiro salvamento feito no Brasil por drone com boia auto inflável

/ /

    O equipamento desenvolvidopela SkyDrones, de Porto Alegre/RS, auxiliou no resgage de um homem que praticava kitesurf na Represa Guarapiranga, na capital paulista. O fato ocorreu no dia 25 de fevereiro e repercutiu na última semana na imprensa. O aparelho usado no resgate, operado pela Guarda Civil Metropolitana em parceira com o Corpo de Bombeiros, é equipado com o SARtube (de Search and Rescue – busca e salvamento), que consiste de uma boia auto inflável e software de aproximação e lançamento automáticos.

Veja abaixo o vídeo do resgate

    Na ocorrência, um homem praticava kitesurf quando perdeu sua prancha. Ele permaneceu nadando à espera do socorro e a situação foi acompanhada pelo drone de resgate. Ao notar que o sujeito estava cansado e com risco de afogamento, os operadores do equipamento lançaram a boia, que ajudou na flutuação do banhista até a chegada de um barco.

    Além da Guarda Civil de São Paulo (que homengeou a SkyDrones pela entrega do equipamento), o drone “salva-vidas” também está em serviço com o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul em Tramandaí, que foi a primeira instituição do país a receber o SARTube, em dezembro de 2017. Um terceiro sistema deve ser entregue em breve aos bombeiros de Santa Catarina. Todos eles instalados gratuitamente pela empresa porto-alegrense nos equipamentos as forças públicas. Paralelo a isso, a ela recebeu uma encomenda de 15 SARtubes da Alemanha, onde deverão ser utilizados em balneários do Mar do Norte.

    Especializada também em drones para pulverização e monitoramento de lavouras, a SkyDrones é possivelmente a única empresa de equipamentos remotos associada a uma entidade aeroiagrícola no mundo.