Imprensa

Aviação agrícola e ações do Sindag apresentadas em simpósio com estrelas da agricultura 4.0

/ /

O presidente do Sindag, Thiago Magalhães, estará em uma mesa redonda ao lado do ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues e de representantes de entidades como Fiesp, Agrishow e Embraer

O presidente do Sindag, Thiago Magalhães, estará nessa quarta-feira (4) entre os palestrantes do Simpósio Nacional de Instrumentação Agropecuária (Siagro 2019), promovido pela Embrapa Instrumentação, em São Carlos/SP. A programação será no Laboratório Nacional de Referência em Agricultura de Precisão (Lanapre), a partir das 8h15, e Magalhães estará fará parte da Mesa Redonda Instrumentação e Agricultura 4.0 – A visão do mercado.

O coordenador da Mesa será o diretor de Inovação da Fundação Dom Cabral, Carlos Arruda. O presidente do Sindag vai falar sobre o atual cenário do setor aeroagrícola brasileiro e a agenda de futuro do sindicato aeroagrícola, destacando o trabalho da entidade na consolidação do setor como referência em tecnologia, eficiência e sustentabilidade. Junto com ele na mesa estarão o ex-ministro da Agricultura e Coordenador Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Roberto Rodrigues; os presidentes do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) da Fiesp, Jacyr Costa, e da Agrishow, Francisco Maturro, e o diretor de Engenharia Embraer Cristiano Augusto Barbosa. Além do gerente de Planejamento Agrícola da Scheffer & Cia, Luciano Brauwers, e do presidente da John Deere Brasil, Paulo Herrmann.

O Siagro 2019 começa nessa terça-feira (3) e vai até quinta (5). A proposta para esses três dias é discutir a interface entre a ciência, inovação e mercado. Isso a partir da agricultura de precisão, nanotecnologia, automação, bioeconomia e agricultura digital. Entre as estrelas da programação, estão também o ex-ministros da Agricultura Alysson Paolinelli, o pioneiro norte-americano e, capital de risco, Howard Morgan.

Esta é a quarta edição do evento, que iniciou em 1996 e ocorreu também em 1998 e 2014. Além das palestras e mesas redondas, o Simpósio 2019 tem ainda demonstrações de tecnologias e uma competição entre startups – que começou com 54 inscritas e cujas 10 finalistas terão a disputa final durante o evento.

Confira o trabalho dos demais palestrantes da mesa redonda com o Sindag:

Roberto Rodrigues – FGV

O ex-ministro fará uma abordagem dos cenários e oportunidades do agro brasileiro a partir do livro Agro é Paz: análises e propostas para o Brasil alimentar o mundo, editado por ele no ano passado. A publicação traz uma visão da atuação e perspectivas do agro brasileiro em um contexto global, como player decisivo para a paz.

Paulo Herrmann – John Deere Brasil

Herrmann vai falar sobre tecnologias disponíveis e iminentes soluções em conectividade, IoT, veículos autônomos, aquisições de startups especializadas em gestão de dados no campo e aplicações localizadas de pesticidas usando drones, entre outros aspectos. Ele vai abordar também a visão da multinacional sobre fatores limitantes para o avanço inovações.

Jacyr Costa – Cosag/Fiesp

O presidente do Cosag falará sobre a percepção da motivação para investimentos e estratégias dos importantes grupos empresariais do agro com a agricultura 4.0. Ele deverá pontuar ainda os principais riscos nessa relação e vai focar também nas perspectivas de investimentos para o mercado de cana-de-açúcar.

Francisco Maturro – Agrishow

Presidente da maior feira agropecuária do Brasil e líder empresarial ligado a indústria de máquinas e equipamentos, Maturo abordará as projeções para a instrumentação e agricultura 4.0. Isso a partir da experiência da própria Agrishow como referência do comportamento do produtor rural em relação à adoção de novas tecnologias.

Luciano Brauwers – Scheffer & Cia

Brawers vai expor o ponto de vista de uma das maiores empresas produtoras de grãos do Brasil sobre os investimentos em agricultura 4.0 e a necessidade de recursos humanos qualificados para atuar no setor. Sobre os avanços tecnológicos, ele deverá apresentar dados sobre a experiência do grupo na incorporado o uso de insumos biológicos – os maiores desafios e como as soluções têm sido obtidas, desenvolvidas e adaptadas pelo próprio grupo.

Cristiano Barbosa – Embraer

O diretor de Engenharia falará sobre as perspectivas para a aviação agrícola a partir da nova estrutura da empresa a partir de janeiro de 2020, com o início das atividades da Boeing Brasil. Ele deverá abordar ainda os projetos da empresa em novas tecnologias para o campo e sobre a aposta da empresa (e viabilidade) nos estudos sobre o avião elétrico.