Imprensa

Campanha na Argentina: aviação que protege as pessoas, as lavouras e até o vinho

/ /

A Federação Argentina de Câmaras Agroaéreas (Fearca) lançou neste mês uma campanha para informar a população e as autoridades de seu país sobre a capacidade da aviação agrícola no combate a pragas urbanas e rurais que assolam os argentinos. Com o título Sabia que a aviação agrícola nos protege dos insetos portadores de enfermidades? o material aborda principalmente o potencial da aviação no combate ao mosquito da dengue – com capacidade para abranger 2 milhões de hectares por dia.

Como no Brasil, na Argentina o uso da aviação no combate ao mosquito Aedes aegypti ainda sofre preconceito em boa parte do país, apesar de lá as operações aéreas terem sido executadas em algumas regiões – com eficiência e da segurança comprovados.

A campanha da Fearca fala também do combate ao mosquito-palha (conhecido lá como bariguí), que tem atacado os moradores na parte ocidental da província de Buenos Aires. Nesse caso, com um plano de ação envolvendo a aviação agrícola já em execução na cidade de Bragado.

Entre os insetos que atacam as lavouras, a campanha destaca a importância da aviação no combate a gafanhotos – uma praga que desde o ano passado tem provocado perdas significativas no norte do país. Outro destaque é o papel fundamental da aviação no combate à traça-da-uva (Lobesia botrana), que ameaça tanto as uvas tanto para consumo in natura quanto as reservas para os famosos vinhos argentinos.

Clique AQUI para conferir a matéria no site da Fearca