Imprensa

Canela será a capital da aviação para o Congresso Sindag 2017

/ /

Encontro entre Sindag e prefeitura reforçou a parceria pelo evento que vai ocorrer em agosto, atraindo participantes de todo o continente

Uma reunião esta manhã, entre o Sindag e a prefeitura de Canela, serviu para repassar o andamento dos preparativos e preparar os próximos passos para o Congresso Sindag Mercosul Latino-Americano de Aviação Agrícola, que vai ocorrer em agosto (dias 8 a 10). A reunião foi em Canela e pelo sindicato aeroagrícola, participaram do encontro o diretor-executivo, Gabriel Colle, e a coordenadora de marketing, Marília Güenter. Eles conversaram com o prefeito Constantino Orsolin (PMDB), o secretário municipal de Turismo, Ângelo Sanches, e com representantes do Gramado e Canela Convention Visitors & Bureau (entidade que tem sido apoio fundamental na preparação deste Congresso).

Colle explicou aos anfitriões (que assumiram em janeiro a prefeitura) a importância do evento e o que vinha sendo costurado desde o ano passado com o município. Ele reiterou a importância da parceria com a prefeitura, ressaltando a grande expectativa para este ano, com a presença de participantes de toda a América Latina e Estados Unidos.

A prefeitura ressaltou que o município deve se mobilizar nos próximos meses para se tornar uma espécie de capital nacional da aviação. Tanto que nas próximas semanas o evento deverá ser apresentado à Associação Comercial e industrial de Canela (ACIC) e já ficou alinhavado para o final de março (data a ser definida) o evento de lançamento oficial do Congresso Sindag 2017 na cidade.

“Estamos muito felizes em receber um evento de tamanha magnitude. O encontro irá movimentar a economia local, bem como fomentar o turismo regional. Estamos trabalhando para fazer com que cada vez mais o município venha sediar eventos como esse”, reiterou o prefeito Orsolin.

ESTRUTURA E SERVIÇOS

O Congresso Sindag 2017 terá uma estrutura de 3,6 mil metros quadrados no Aeroporto Municipal de Canela – cuja empresa encarregada da montagem foi definida ontem. Além das palestras e debates sobre políticas, demandas e novas tecnologias e estratégias para o setor aeroagrícola continental, como sempre o público poderá conferir também a mostra de equipamentos e tecnologias, além de demonstrações de aeronaves.

Este será o terceiro evento aeroagrícola realizado em Canela, depois de um jejum de 28 anos. Os outros dois (1ª e 2ª Fenaero) haviam sido promovidos pelas antigas Federação Nacional de Aviação Agrícola (Fenag) e Associação Sul Rio-grandense de Aplicadores Aéreos (Asupla), ambas precursoras do Sindag.

Veja AQUI as informações sobre inscrições, reservas em hotéis e outros serviços