Imprensa

Catanduva/SP sedia curso de transição para turboélice

/ /

Aulas começaram hoje e vão até quarta, em aprendizado que tem três edições anuais

    Sete pilotos agrícolas, de três Estados (quatro de SP, dois do RS e um de GO) participam de hoje até quarta-feira, em Catanduva/SP, de mais um curso de transição para aviões a turbina, promovido por duas associadas do Sindag – DP Aviação e a Pachu Aviação Agrícola. Voltado para profisisonais que desejam efetuar a transição de aeronaves pequenas a pistão para os grandes turboélices Air Tractor, o curso é o único na América Latina com voos em aeroanve de duplo comando (um avião AT-504), ao invés de um simulador. além disso, ele é exigido pelas seguradoras de aeronaves.

    Conforme o diretor da DP, Diego Preuss, o piloto agrícola sai do curso básico operando avião de pequeno porte a pistão. Daí o aprendizado extra para quem quer operar equipamentos turboélice. “Essas aeronaves são maiores e mais velozes, por isso exigem um treinamento de transição”, assinala. Segundo Preuss, o que é importante para profissionais que buscam novas oportunidade, já que a frota aeroagrícola a turbina cresce cerca de 15% ao ano no País.

    O sócio-gerente da Pachu, Marcelo Amaral, explica que o curso tem pelo menos três edições a cada ano. “Aprende-se e tirar o máximo da aeronave, mas com foco principalmente na segurança”, ressalta. Depois da etapa teórica – que ocorre no Colégio Kelvin, cada participante deve realizar quatro missões aeroagrícolas, acompanhado de instrutor no Air Tractor com assentos lado a lado.

    Para buscar informações sobre novas turms, os contatos podem ser feitos pelos fones ‭(51) 3723-0345 ou (51) 99999-2273‬.