Imprensa

Dia de campo sobre aviação agrícola para entidades reguladoras em São Paulo

/ /
  •    Boas práticas e coexistência foi o tema do dia de campo sobre aviação agrícola promovido este mês pelo Sindag na cidade de Araras, no interior paulista. A atividade teve como foco apresentar a fiscais e outros representantes de entidades reguladoras como é a rotina das empresas aeroagrícolas, demonstrando as ações de boas práticas promovidas no setor e para convivência segura entre a produção agrícola e a apicultura.  A atividade foi no último dia 12, na Usina São João e teve o apoio do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), Syngenta, Organização de Plantadores de Cana (Orplana), União da Indústria da Cana-de-acúcar (Unica), Fundecitrus e outras entidades – com a presença também da Embraer.  

       O diretor do Sindag Bruno Vasconcelos abriu o encontro, falando rapidamente sobre a proposta de transparência do setor e da importância da aviação agrícola para o Estado. Em seguida veio a palestra do professor João Paulo cunha, da Universidade federal de Uberlândia (UFU) e um dos coordenadores do programa Certificação Aeroagrícola Sustentável (CAS). O encontro teve ainda uma fala do projeto Colmeia Viva, realizado pelo Sindiveg e com demonstrações práticas de uma operação aérea em lavoura, a cargo da empresa Sana Agro Aérea (certificada pelo CAS).

       O encontro teve a participação de membros do Ministério Público Estadual, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), da Coordenadoria de Defesa Agropecuária paulista (CDA) e outros membros das Secretarias Estaduais de Agricultura e de Meio Ambiente. A ação faz parte da estratégia do Sindag e das entidades parceiras para levar informações sobre o setor a autoridades, reguladores e sociedade em geral, de um lado combatendo mitos e, de outros, reafirmando o compromisso do setor aeroagrícola com a sustentabilidade ambiental, eficiência e segurança das operações.