Imprensa

Diretoria do Sindag faz a primeira avaliação anual do Planejamento Estratégico da entidade

/ /

Encontro ocorreu em São Paulo, para análise de demandas, conquistas e ajustes ao plano elaborado no ano passado com ações até 2022

O primeiro balanço anual das demandas e conquistas do Planejamento Estratégico do Sindag até 2022 foi o tema do encontro que reuniu a diretoria do sindicato aeroagrícola no final de setembro, em São Paulo. O encontro ocorreu nos dias 26 e 27, na sede da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag, que é parceira do setor), na capital paulista e os trabalhos foram conduzidos pelo diretor-executivo Gabriel Colle e pelo secretário executivo Júnior Oliveira. O grupo foi recebido na casa pelo diretor técnico da Abag, Luiz Antônio Pinazza.

De um modo geral, segundo Colle, as conquistas do primeiro ciclo abrangem a implantação de assessoria para abertura de novas empresas e consolidação do sistema de documentação das empresas associadas, além da agenda permanente em Brasília e da articulação junto a parlamentares dos Estados. A lista tem ainda a articulação com entidades estaduais da Agricultura, o incremento de 20 novas associadas e os 24 encontros do Sindag na Estrada realizados em 2019, além da presença constante do setor aeroagrícola em escolas e universidades.

Diretoria do Sindag foi recebida na sede da Abag pelo diretor técnico da entidade anfitrião, Luiz Antônio Pinazza (primeiro sentado, da esq para dir)

“Tivemos um Congresso da Aviação Agrícola recordista e o Sindag esteve em mais de 200 eventos neste ano, sem falar no convênio com a Universidade de Cruz Alta (Unicruz) para pesquisas no setor”, assinala o diretor. Sobre as grandes metas para 2020, ele destaca a implantação de um sistema de gestão de empresas padrão para todos os associados do Sindag, além da articulação para se criar no País um marco regulatório do setor, atualizando a legislação sobre a atividade.

FLUXO E FERRAMENTAS

Para o presidente do Sindag, Thiago Magalhães, o cumprimento das metas traçadas em 2018 tem sido satisfatório, com algumas conquistas significativas. “Por exemplo, na parte de qualificação do setor, estamos relativamente adiantados na preparação da ferramenta de gestão que será colocada à disposição das empresas.”

Já no quesito divulgação, Magalhães destaca a grande energia que tem sido empreendida pela entidade para fazer frente a ações de políticos e lideranças que têm como objetivo restringir o setor – quase sempre com base em mitos. “Os esforços para levar informação à sociedade aumentaram muito, mas estamos tendo um bom resultado”, completa.

Justamente aí os diretores se debruçaram sobre um projeto específico para os próximos meses: “Estamos alinhavando parcerias para apostar forte na elaboração de vídeos sobre o setor”, exemplifica o presidente, destacando que a ideia é lançar pelo menos uma série semanal explicando as rotinas e demonstrando a segurança do setor.

O Planejamento Estratégico do Sindag foi elaborado em setembro do ano passado, prevendo 34 ações a serem executadas até 2022. Tudo distribuído entre oito objetivos gerais: Articulação, Associativismo, Governança, Pesquisa e Inovação, Promoção, Qualificação, Regulação e Serviços. Clique AQUI para rever o Mapa Estratégico concebido naquele encontro.   

 

Encontro teve dois dias de debates e análises sobre ações e rumos da entidade, até aqui e para os próximos meses