Imprensa

Encontro de parceria e história em Brasília

/ /

    Aproximação institucional, parcerias para ações de aproximação com a sociedade, qualificação de operadores aeroagrícolas e produtores e trabalhos em prol de políticas públicas para o setor. Esses foram os temas em uma conversa de mais de uma hora entre os presidentes do Sindag, Júlio Kämpf, e da Associação Brasileira do Produtores de Milho (Abramilho), Alysson Paulinelli. O encontro ocorreu nessa segunda-feira (16) em Brasília, onde os representantes do Sindag estão cumprindo nesta semana uma agenda de encontros com autoridades e parlamentares.

    Aos 81 anos, além de produtor e dirigente da Abramilho, a importância da biografia de Paulinelli reside principalmente no fato de ter sido, nos anos 1970, um dos principais responsáveis pela “reinvenção” do setor primário brasileiro, tornando o País a potência que é hoje no agronegócio. Ministro da Agricultura entre 1974 e 1979, foi um dos responsáveis pela criação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pelo desenvolvimento do Proálcool, além de (contrariando especialistas dos anos 60) ter ajudado o Centro-Oeste a se tornar um dos maiores celeiros de grãos do mundo.

    “Foi uma época muito importante também para o desenvolvimento da aviação agrícola brasileira. Todas essas afinidades estiveram em nossa conversa, que foi bastante proveitosa”, comentou Kämpf, que está na capital federal acompanhado do diretor Thiago Magalhães e do diretor-executivo Gabriel Colle, além dos assessores parlamentares José Cordeiro de Araújo e Napoleão Salles. Ao final do encontro, Paulinelli também aceitou o convite para integrar o time de colunistas do site do Sindag.

Júlio Kämpf e Alysson Paulinelli