Imprensa

Encontros reforçaram relações entre operadores, entidades da produção e órgãos reguladores em São Paulo

/ /

Atividades na quarta e quinta-feira (dias 21 e 22) em Ribeirão Preto trataram da parceria do Sindag com o setor sucroenergético e da pauta do 45º Sindag na Estrada

A última semana teve dois encontros em Ribeirão Preto, para afinar ações e nivelar informações entre o setor aeroagrícola, parceiros do setor produtivo e órgãos reguladores em São Paulo. A movimentação foi entre a quarta e a quinta-feira, em Ribeirão Preto, com o primeiro dia envolvendo o presidente do Sindag, Thiago Magalhães, o secretário executivo da entidade, Júnior Oliveira, e representantes da a Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil (Orplana) e da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), além pessoal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado (CDA). O encontro foi para alinhar as ações do protocolo firmado entre as três entidades na abertura do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, no último dia 30, em Sertãozinho/SP.

O acordo prevê o reforço no trabalho de práticas ambientalmente sustentáveis no campo, aumentando a transparência sobre a regularidade e documentação entre usinas e empresas associadas ao Sindag. O próximo passo, conforme definido na quarta, será agendar encontros em cada região paulista – com operadores, usinas e reguladores, para pontuar as ações e afinar as rotinas legais.

SINDAG NA ESTRADA

Já a reunião de quinta-feira foi dentro do projeto Sindag na Estrada, que teve sua 45ª edição envolvendo cerca de 120 empresários e profissionais do setor aeroagrícola no escritório da Defesa Agropecuária do Estado, na Vila Tibério. Dessa vez, a conversa envolveu novamente Sindag, Mapa e CDA, além de representantes do Quarto Serviço Regional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV) e do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea/SP).

Encontro na quinta teve a presença de 120 empresários e profissionais do setor aeroagrícola

O principal ponto foi um balanço dos avanços desde o primeiro encontro do grupo, ocorrido no ano passado para afinar percepções e comunicação entre operadores aeroagrícolas e agentes fiscais. Os dois lados também sugeriram melhorias e clarearam novas dúvidas em rotinas e documentos. 

Para o presidente do Sindag, Thiago Magalhães, os encontros em Ribeirão Preto demonstraram uma maturidade muito grande na relação entre o setor produtivo e os órgãos governamentais em São Paulo. “O que garante a segurança no campo, segurança jurídica para os operadores e a transparência perante a sociedade. Ou seja, todos saem ganhando”, destaca.   

Relevância do Sindag na Estrada chamou a intenção da imprensa, com cobertura do programa Revista do Campo, da RIT TV