Imprensa

FEARCA intervém em atrasos nas vistorias de novas empresas aeroagrícolas na Argentina

/ /

A Federação das Argentina das Câmaras Agroaéreas (FEARCA) pediu uma reunião de emergência com a Administração Nacional de Aviação Civil do país (ANAC) para tentar resolver o atraso de mais de 60 dias nas inspeções técnicas de novos operadores no noroeste argentino. Segundo a FEARCA, os empresários recolheram as taxas apresentaram toda a documentação no tempo hábil, mas permanecem com suas atividades travadas pela falta de ação do órgão federal.

Para complicar, o clima úmido acima do normal na região tem favorecido o surgimento de diversas pragas nas lavouras e os produtores estão temendo perdas pela falta do apoio aéreo. Além disso, as próprias empresas seguem sofrendo prejuízos com os custos de manutenção e de pessoal de das estruturas paradas.

Apesar da urgência, a expectativa é de que a direção da entidade aeroagrícola consiga se reunir só no final do mês com o Gestor nacional de Aviação Civil, Juan Pedro Irigoin.

painel-airtractor