Imprensa

Fort Aviação Agrícola recebe sua quinta turma de estudantes no ano

/ /

Empresa de Rio Verde já tem programação de visitas para 2020, para falar e mostrar o setor para turmas desde crianças até universitários

A Fort Aviação Agrícola, de Rio Verde/GO, teve neste mês a quinta visita técnica de sua programação anual de divulgação do setor aeroagrícola para estudantes desde a Educação Infantil até o Ensino Superior. Dessa vez, cerca de 20 alunos do curso de Agronomia da Faculdade Objetivo, situada no município, participaram da atividade, que teve palestras técnicas sobre os equipamentos e rotinas da empresa, enfatizando as vantagens e a importância da aviação agrícola quando se trata de aliar eficiência e produtividade com segurança ambiental e operacional.

A turma, coordenada pelo professor Fernando Rodrigues Cabral Filho, foi recebida no sábado (dia 9) pelo sócio-gerente da Fort, Clertan Alves Macedo, pelo agrônomo Thiarly Roberto Carolino Lemes (coordenador técnico da empresa) e pela gerente Fabiane Sousa. Os três falaram aos jovens também sobre o histórico e regulação do setor, culturas atendidas e outros aspectos da atividade.

Cerca de 20 futuros agrônomos conheceram de perto as tecnologias, cenários, regulação e rotinas do setor 

APROXIMAÇÃO

A turma também teve uma simulação de operação aeroagrícola. O que abrangeu desde o funcionamento do apoio em solo (demonstrando os procedimentos e equipamentos de segurança utilizados) até uma pulverização utilizando água no lugar do defensivo. Conforme o coordenador Thiarly Lemes, além de desmistificar o setor, a movimentação foi importante até para mostrar aos universitários um possível nicho para suas futuras carreiras. “O pessoal não conhecia a aviação”, comenta.

A Fort Aviação recebe todos os anos estudantes a partir dos oito anos de idade, para atividades conforme a faixa estaria e escolaridades de cada turma. “No total, são cerca de 150 estudantes e já temos programação para 2020”, destaca Lemes. Com foco na qualidade, a Fort tem certificação ISO 9001 e selo do programa Certificação Aeroagrícola Sustentável (CAS). A divulgação do setor abrange também a ida da empresa às instituições da região, participando e até provendo eventos acadêmicos.

Grupo acompanhou palestras e demonstrações práticas sobre aviação agrícola