Imprensa

Insensatez de projeto contra a aviação no CE é tema de entrevista na rádio jovem Pan News de Fortaleza

/ /

    As consequências e a insensatez de uma possível proibição da aviação agrícola no Ceará foram o tema das falas do diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle, e do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará (Faec), Flávio de Saboya, no Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan News de Fortaleza. As entrevistas foram ao ar na quinta-feira (dia 3).

  Colle advertiu que a medida colocaria em risco a produção e as exportações de frutas do Estado, além e colocar atingir milhares de empregos no campo. Já Saboya ressaltou que a agricultura orgânica tem seu espaço e é importante, mas não é possível simplesmente eliminar o uso de agroquímicos da agricultura. Principalmente na produção em larga escala, essencial para a economia e a segurança alimentar.

    O Ceará é o terceiro maior exportador de frutas do Brasil, com vendas principalmente para Europa, Estados Unidos e África. Só no setor da banana, por exemplo, são cerca de 1 mil empregos na região do Cariri. A reportagem também ressaltou a legislação que torna segura a aviação agrícola, com a exigência, por exemplo, de agrônomos e técnicos agrícolas especializados e de pátio de descontaminação para as aeronaves.

    A matéria também ponderou que países da Europa, como Suécia, Dinamarca e Finlândia (normalmente, e de maneira errônea citados em comparativos com a agricultura brasileira), têm população muito pequena e não dependem do agro em sua balança comercial, por isso conseguem fazer maior uso de agricultura orgânica.