Imprensa

Jovens aprendizes têm aula sobre aviação agrícola

/ /

    A empresa Direta Aviação Agrícola recebeu nessa seta-feira (30) a visita dos 23 estudantes que integram o Programa Jovem Aprendiz da Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê (Ascana). O grupo foi recebido no hangar da empresa, no Aeroporto Municipal de Pederneiras/SP, pelo empresário Jayme Telles Razuk Filho. Ele falou aos jovens sobre a segurança, rotinas e tecnologias da aviação agrícola e sua importância para a cultura da cana-de-açúcar. A turma também conheceu de perto as instalações, equipamentos e aviões da empresa.

    O Jovem Aprendiz é mantido pela Ascana em parceria com suas associadas e com o apoio do Ministério Público do Trabalho, da Faesp (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo), do Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). Pelo programa, as empresas sucroalcooleiras e produtores do setor contratam os jovens para um ano de estágio, onde, além da prática no trabalho, eles têm aulas teóricas ministradas pelo Senar. Além disso, os jovens recebem um salário mínimo por mês, mais vale-refeição.

AÇÃO SOCIAL

   A turma atual é a terceira promovida pela Ascana e a segunda que inclui a aviação agrícola no roteiro de aprendizado. Ela começou em junho deste ano e vai até maior de 2019, no município de Macatuva. A turma anterior, que visitou a Direta em setembro do ano passado, foi a de Pederneiras e a primeira turma do jovem Aprendiz da Ascana ocorreu em Lençóis Paulista, em 2016.

   Para a entidade canavieira, além da ação social, o projeto é uma maneira de elevar o conhecimento da sociedade sobre o setor sucroenergético. Para a Direta, a visita dos estudantes é também uma oportunidade de desmistificar o setor aeroagrícola, além de apresentar esse mercado para eventuais futuros profissionais da área.

Turma atual é a terceira do projeto da Ascana e a segunda a visitar a Direta

Jovens aprenderam sobre sobre a segurança, rotinas, tecnologias e importância da aviação agrícola