Imprensa

Mensagem de Ano Novo ao setor aeroagrícola

/ /

    Colegas empresários, pilotos, profissionais e parceiros, homens e mulheres que fazem a aviação agrícola,

    Tivemos um 2018 intenso em vigilância e mobilização pelo setor, mas também de muitas e significativas conquistas.

    Outra vez a união dos operadores e profissionais aeroagrícolas foi fundamental para mostrarmos nossa importância para todos os brasileiros, além do alto nível de profissionalismo e segurança que rege o setor. Institucionalmente, tivemos avanços importantes em temas como a gestão de empresas aeroagrícolas, por exemplo, com a Academia de Líderes e a criação do Sisvag.

    Conquistamos espaço junto às instituições (parceiras ou reguladoras) como o próprio Ministério da Agricultura, onde alinhavamos a criação de um fórum permanente para o desenvolvimento da agricultura. Ampliamos nossa voz com a criação do Ibravag, que abriu caminho para um novo patamar de aproximação entre todos os membros da família aeroagrícola – de pilotos a fornecedores e entusiastas, passando por pesquisadores e produtores rurais.

    O Sindag passou a contar com novos especialistas para ajudar auxiliar suas associadas em áreas como documentação, gestão e segurança, bem como para elaboração do Planejamento Estratégico do sindicato. Também criamos novos canais para nos comunicarmos com os públicos internos e a sociedade, por exemplo, através da revista Aviação Agrícola e do projeto Aviação Agrícola 360°.

    E consolidamos tudo isso no Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, que ganhou novo nome justamente para abarcar toda essa nova amplitude de ações e parcerias do setor aeroagrícola brasileiro. Com mais uma edição recordista em 2018 e grandes expectativas para 2019, em Sertãozinho/SP.

    Se por um lado esse trabalho deve ser motivo de orgulho para cada um de nossos associados e parceiros, por outro, ele nos fez ser ouvidos pelas pessoas que estarão à frente dos destinos da Nação a partir de 1º de janeiro. O que significará, ao que tudo indica e esperamos, maior atenção às demandas e propostas do setor aeroagrícola. Mas também maior compromisso do Sindag, Ibravag, de cada empresário e profissional com o desenvolvimento sustentável do País.

    Da mesma forma que o Sindag tem trabalhado exaustivamente para projetar a boa reputação da aviação agrícola e a confiança da sociedade em nosso profissionalismo e consciência ambiental, e paralelo à boa expectativa de que tenhamos um governo federal com maior abertura de suas instituições aos desafios do setor aeroagrícola; assim também cada operador, piloto e profissional está convocado a zelar ainda mais pelas boas práticas e a boa imagem de suas empresas.

    O tempo é de profissionalismo crescente e aprendizado constante. E é esse o efeito multiplicador com o qual contamos de cada um, para fazermos de 2019 o grande ano que promete ser.

        Feliz Ano Novo a todos.

Júlio Augusto Kämpf
Presidente