Imprensa

México inicia nesta semana pulverizações aéreas contra o psilídeo

/ /

    O estado de Amaulipas, no nordeste do México, deve iniciar nesta quarta-feira (dia 4), as primeiras operações aeroagrícolas no país contra o psilídeo asiático, inseto que transmite as bactérias Candidatus Liberibacter, por sua vez causadora do greening, uma doença altamente destrutiva para as lavouras de cítricos.  A informação foi repassada ao jornal El Mercúrio pelo diretor do Serviço de Qualidade, Segurança e Qualidade Agroalimentar (Senasica) no estado, Humberto Vázquez Ramírez. Segundo ele, os trabalhos com aeronaves deverão abranger 2,3 mil hectares de pomares – de um total de cerca de 170 mil hectares cultivados na região.

    Além da rapidez e precisão da aviação no combate à praga, Ramirez destaca como vantagem das pulverizações aéreas o fato de se usar um inseticida seletivo, que não causará dano a abelhas e outros polinizadores. O diretor destacou que, antes da definição do produto, o Senasica já tinha um acordo com apicultores para que retirassem seus apiários das áreas de aplicação, o que ocorreu entre 10 e 20 de março.

    As operações foram endossadas por uma equipe técnica formada por especialistas de órgãos federais e estaduais ligados a agricultura e meio ambiente.  As operações vão abranger os municípios de Padilla, Guemes e Hidalgo. Técnicos deverão avaliar os resultados entre 15 a 20 dias depois das aplicações, para definir se o projeto segue adiante. No total, o governo do estado conta com 4 milhões de pesos mexicanos (equivalente a cerca de R$ 725 mil) para investir na iniciativa.

Clique AQUI pra ver a reportagem no El Mercurio