Imprensa

Movimentação intensa no primeiro dia do Congresso da Aviação Agrícola

/ /

Evento em Sertãozinho vai até quinta-feira, com exposição de aeronaves, demonstrações aéreas, mostra de tecnologias, fórum de pesquisas, debates técnicos e sobre mercados e políticas, além de estandes com startups e até palestras para quem está conhecendo agora o setor

Palestras sobre gestão de negócios e mercado aeroagrícola, inovações em aeronaves e motores e até apresentações para quem está tendo o primeiro contato com a aviação agrícola. Essa foi a tônica da manhã desse primeiro dia de programação do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil. A movimentação, que vai até quinta-feira (dia 1º), em Sertãozinho, no interior paulista, teve pouco depois do meio-dia, uma simulação de combate a incêndio com avião e a tarde já começou com palestras sobre segurança de voo e sobre o projeto Colmeia Viva (de proteção às abelhas). Além da apresentação do diretor técnico da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Luiz Antônio Pinazza, sobre o desenvolvimento do agro neste século e seu momento decisivo atual.

Clique AQUI para ver as imagens do evento

… e AQUI a programação completa

Logo mais, às 15 horas, o destaque será a Palestra Magna, com o curador do projeto Fronteiras do Pensamento e comentarista político Fernando Schüller. Ele falará sobre o tema Tendências da política brasileira para os próximos anos – os impactos no desenvolvimento do País.

O encontro aeroagrícola promovido pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) ocorre no Centro de Eventos Zanini. A expectativa é de pelo menos três mil pessoas passando pelos cerca de 140 expositores, exposição de aeronaves e pelas mais de 40 palestras em três auditórios da feira. Com um crescimento de 30% em relação à edição do ano passado, realizada em Maringá/PR, o Congresso AvAg se tornou o maior evento do mundo no setor – ao mesmo tempo em que o País tem a segunda maior frota aeroagrícola do planeta.

DEMONSTRAÇÕES AÉREAS
Além das demonstrações aéreas com avião agrícola (e também com drones), que ocorrem todos os dias entre o meio-dia e as 14 horas (dependendo das condições climáticas), o evento tem ainda exposição de aeronaves (são cinco aviões agrícolas na feira), empresas fornecedoras de equipamentos embarcados e serviços, além de startups, um laboratório móvel de aviônica e um espaço onde as pessoas podem experimentar a experiência de um voo agrícola em realidade virtual (com óculos especiais).

O movimento nos três dias de programação no pavilhão do Congresso será sempre das 9 às 18 horas, com as demonstrações aéreas entre o meio-dia e as 14 horas (dependendo das condições climáticas em cada dia). Sem falar na programação especialmente dirigida a estudantes e pesquisadores. Como o Fórum Científico, que terá um balanço das pesquisas existentes no Brasil sobre tecnologias de aplicação aérea, aproximando empresários e pesquisadores. O Fórum Científico deve também resultar na apresentação, no final do Congresso, de uma Carta de Intenções para pesquisas brasileiras nos próximos anos – de preferência com possibilidade de aplicações práticas imediatas nas lavouras.

ESPAÇO KIDS E FÓRUM CIENTÍFICO
Apesar de originalmente dirigido aos profissionais, autoridades e especialistas do setor, o evento conta com atrações e serviços para quem está tendo seu primeiro contato com a aviação agrícola. Desde a exposição de aeronaves até o Espaço Kids. Sem falar na programação especialmente dirigida a estudantes e pesquisadores. Como o Fórum Científico, que terá um balanço das pesquisas existentes no Brasil sobre tecnologias de aplicação aérea, aproximando empresários e pesquisadores. O Fórum Científico deve também resultar na apresentação, no final do Congresso, de uma Carta de Intenções para pesquisas brasileiras nos próximos anos – de preferência com possibilidade de aplicações práticas imediatas nas lavouras.

JANTAR DA AVIAÇÃO
A agenda da terça-feira terá ainda o Jantar da Aviação, com a homenagem aos agraciados pela medalha Mérito Aviação Agrícola. Este ano, os homenageados serão o professor, pesquisador e consultor Wellington Pereira Alencar de Carvalho, o coronel-aviador Marialdo Rodrigues Moreira (in memoriam) e o ex-presidente do Sindag Euclides de Carli (in memoriam). A homenagem é feita todos os anos a personalidades que contribuíram com o desenvolvimento da aviação agrícola no Brasil. A indicação dos nomes é feita pelos empresários aeroagrícolas e ratificada por uma comissão envolvendo a diretoria do Sindag.