Imprensa

Oklahoma é o primeiro estado dos EUA a ter uma data especial para as aviadoras

/ /

A data para inspirar o setor aeroespacial é uma uma referência ao nascimento de Eula Pearl Carter, em 1915. No Brasil, uma iniciativa semelhante poderia ter como referência a pioneira Ada Rogato (1910-1986), que entre dezenas de outros feitos, há 70 anos foi a primeira piloto agrícola do País

Oklahoma se tornou, no último mês, o primeiro estado norte-americano a ter um dia especial para homenagear as mulheres na aviação, do passado e do presente. A partir de 2017, o Oklahoma Women in Aviation and Aerospace Day passou a ser comemorado todos os anos no dia 9 de dezembro, para celebrar “as realizações de mulheres na aviação e indústria aeroespacial, que servem de inspiração aos todos os cidadãos desse estado”. A data coincide com o nascimento de Eula “Pearl” Carter Scott (1915–2005), que em 1929 tornou-se a mais jovem piloto (entre homens e mulheres) do país, ao fazer seu voo solo com apenas 14 anos.

De origem indígena (tribo Chickasaw), Eula teve como instrutor Wiley Hardeman Post , que foi o primeiro piloto a dar a volta ao mundo em um voo solo. Oklahoma se orgulha ainda de outras mulheres, como Elizabeth “Bessie” Coleman (1892-1926), que foi a primeira piloto afro-americana e tornou-se uma inspiração em shows aéreos; Geraldyn “Jerrie” Cobb (86) que aos 16 pilotava para distribuir panfletos de circo, pilotou em operações agrícolas, foi instrutora de voo para pilotos de aviões bombardeiros e em 1960 foi a primeira mulher a passar nos exames para treinamento de astronautas e a astronauta Shannon Lucid (75 anos), veterana de cinco missões espaciais, ex-recordista de permanência no espaço entre as mulheres e primeira norte-americana a habitar a estação orbital russa Mir.

O projeto da data foi de autoria do senador Paulo Scott. A medida havia sido aprovada em abril do ano passado no Senado e, depois de enviada ao Estado, foi aprovado no mesmo mês pela governadora Mary Fallin. A ideia é incentivar a indústria aeroespacial local. Além de lar de diversos pioneiros da aviação (homens e mulheres), Oklahoma conta com os maiores nomes do setor tendo instalações em seu território, incluindo Boeing Aerospace, Pratt & Whitney, Lockheed Martin Aircraft, Northrop Grumman, General Electric Aviation e AAR Aircraft Services. Além disso, são pelo menos 78 empresas de manutenção operando no estado, para citar alguns números.

BRASIL
Apesar do Páis também contar com diversas pesonagens femininas fabulosas na história de sua aviação, se a mesma iniciativa fosse tomada no Brasil, uma das possíveis datas para homenagens as aviadoras seria 22 de dezembro. O dia marca o aniversário de nascimento de Ada Leda Rogato (1910-1986), que foi a primeira mulher piloto agrícola no Brasil, em uma façanha que este ano completa seus 70 anos – foi em 1948, no combate à broca do café, em seu Estado natal.

Mais do que isso, Ada foi a primeira brasileira a obter licença de piloto de planador e também a primeira paraquedista. Ela ficou famosa por ter sido a primeira piloto brasileira a atravessar os Andes, a primeira aviadora do mundo a voar da Patagônia ao Alasca, a primeira piloto (homem ou mulher) a cruzar a selva amazônica em um pequeno avião, sem rádio, em voo solitário e apenas com uma bússola e a primeira mulher a pilotar sozinha até a Terra do Fogo, no extremo sul do continente.
Entre vários outros feitos.

Eula Pearl Carter Scott

Elizabeth Bessie Coleman

Geraldyn Jerrie Cobb

Shannon Lucid

Ada Leda Rogato