Colunas

Porque a empresa deve ter um Planejamento Estratégico

O Planejamento Estratégico nada mais é do que traçar a “carreira” da empresa.

Para que se possa manter a empresa “na estrada certa”, é necessário ter o “mapa”, ou seja, para levar um empreendimento onde se quer, é preciso saber ONDE se quer ir, e junto com isto vem: DE QUE FORMA, COM QUEM, QUE VELOCIDADE, com QUAIS RECURSOS…

Pensar de forma rápida em tantos detalhes é impossível, além de representar um grande risco de assumir definições e rumos equivocados, ou não compatíveis com o tipo de negócio, ou com a situação de cada um e com o mercado em que a empresa a tua.

Por isso o Planejamento Estratégico é precedido de análises e diagnósticos muito importantes, porque vão resultar em subsídios para a definição do rumo com mais segurança e assertividade.

Voltando à analogia da estrada, ao se deparar com uma bifurcação uma das primeira atitudes poderá ser consultar a rota que foi traçada para a viagem, o mapa!
Olhando o mapa o condutor poderá escolher para que lado deverá seguir – este é um dos mais importantes benefícios do Planejamento Estratégico – a segurança para tomar decisões, poder assumir os riscos de cada decisão com base em informações reais e calculadas.

Outro ponto fundamental é poder medir e controlar os resultados durante o caminho – dentro do planejamento são estabelecidas pequenas metas, que ao longo do tempo, com o uso de indicadores, vão mostrando ao gestor se a empresa está realmente na estrada programada ou se é necessário corrigir a rota. É muito mais fácil corrigir pequenos desvios de rota durante o caminho do que chegar no final e ver que está no lugar errado.

É fácil concluir que Planejamento Estratégico é um porto seguro para gestores e colaboradores, que o utilizam como mapa e guia para seu negócio.

Nos próximos textos serão detalhados alguns passos básicos para elaboração do Planejamento Estratégico.

Para refletir:

“Não se gerencia o que não se mede
Não se mede o que não se define
Não se define o que não se entende
Não há sucesso no que não se gerencia.”

Windson Edwards Deming (1900-1993)
Estatístico e Professor