Imprensa

Província canadense terá pulverização aérea em cidade, contra mariposa cigana

/ /

    O governo da província da Colúmbia Britânica, no Canadá, deve promover pulverizações aéreas em zona urbana para o combate à mariposa cigana (Lymantria díspar). A notícia saiu na última semana, no jornal Vancouver Sun (veja AQUI) e a operação está programada para iniciar em menos de dois meses, na cidade de Surrey, na região metropolitana de Vancouver. A decisão veio depois de dois anos de fracasso nas operações terrestres para eliminar a praga, que se alastrou pelo bairro de Fraser Heights e tem potencial para acabar com pomares e árvores, além de se alastrar para outras áreas do país.

    Para o preparo da operação, o governo da província solicitou permissão ao Ministério do Meio Ambiente para fazer aplicações sobre uma área de 62 hectares de terrenos residenciais e áreas públicas no bairro. Além disso, foi realizada uma audiência pública em uma escola do bairro, para explicar como será a operação. Ao todo serão quatro pulverizações, sempre nas primeiras horas da manhã e que devem ocorrer entre abril e junho.

PRODUTO BIOLÓGICO

    A ideia é aplicar o inseticida Foray 48B, um produto biológico cujo princípio ativo é o bacillus thuringiensis var kurstaki (Btk) – aprovado há mais de 60 anos pelo Ministério da Saúde canadense. Segundo as autoridades locais, o inseticida é inofensivo para humanos, mamíferos, aves, peixes, plantas, répteis, anfíbios, abelhas ou outros insetos.

    A mariposa cigana, não é nativa do país. Ela se alimenta de mais de 250 espécies de árvores e arbustos, mas sua fonte de alimento preferida são as folhas de carvalho. Grandes populações são capazes de desfolhar as plantas, deixando-as vulneráveis ​​a ataques secundários de insetos e doenças, além de causar diretamente a morte de árvores.