Imprensa

Roteiro de aproximação institucional também na Paraíba

/ /

Depois de um início de semana passando por Pernambuco, na quarta-feira (4) foi a vez das entidades do agro e autoridades da Paraíba receberem a visita do secretário executivo do Sindag, Júnior Oliveira. A agenda no Estado começou pela Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), onde Oliveira conversou com o presidente José Inácio Andrade, em uma reunião que teve também o presidente executivo do Sindicato que representa as Usinas de Cana-de-Açúcar (Sindalcool), Edmundo Barbosa, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), diretores técnicos de entidades de pesquisa e diversos empresários do setor.

Como fez em Pernambuco, na segunda e na terça, Oliveira falou sobre o trabalho do Sindag na para aproximar a aviação agrícola da sociedade, destacando cenários do setor pelo País e as perspectiva no Estado. O secretário também destacou aprimoramento do setor aeroagrícola brasileiro (que é o segundo maior e um dos melhores do mundo). Oliveira também entregou ao grupo exemplares da revista Aviação Agrícola, do Instituto Brasileiro da Aviação Agrícola (Ibravag) e ressaltou o papel que a nova entidade começa a ter na ampliação do leque de parceiros (incluindo produtores, outras entidades e a indústria ligada ao agro) para os projetos do setor.

O compromisso seguinte foi na Federação da Agricultura da Paraíba, onde Oliveira foi recebido pelo vice-presidente Vanildo Pereira da Silva, o presidente do Senar/PB, Sérgio Gouveia e o diretor técnico Domingos de Lélis Filho. Os encontros fizeram parte da agenda de aproximação institucional do sindicato aeroagrícola, pela qual seus diretores e outros representantes realizam encontros em todo o País para apresentar o setor e debater cenários e oportunidades com lideranças de diversos setores, políticos, representantes do agro, imprensa e comunidade.

No caso da Paraíba, o Estado é o terceiro maior produtor de cana-de-açúcar do Nordeste, atrás apenas de Alagoas e Pernambuco. O setor sucroalcooleiro local emprega mais de 30 mil pessoas na entressafra e 40 mil na safra, que no período 2019/2020 deve chegar a 6,5 milhões de toneladas.

Roteiro começou pela Asplan ,com o presidente Inácio Andrade, o vice do Sindalcool, Edmundo Barbosa, o deputado Tovar Correia e representantes de usinas

Na Federação da Agricultura, com o vice Vanildo Silva, Sérgio Gouveia (Senar/PB) e Domingos de Lélis