Imprensa

Seminário debateu segurança alimentar e sustentabilidade

/ /

O desafio de produzir para manter a segurança alimentar mundial e com soluções ambientalmente sustentáveis foi o centro das discussões no Agroseminário Brasília, ocorrido nessa terça-feira (dia 5). O evento foi promovido pelo Instituto de Educação no Agronegócio (I-UMA) e teve a presença do Sindag entre as entidades convidadas. O sindicato aeroagrícola foi representado pelo conselheiro Alexandre de Lima Schramm e pelo assessor parlamentar José Cordeiro de Araújo. A programação foi à tarde, no Royal Tulip Hotel Alvorada, na Asa Norte na capital federal.

A programação teve as falas de oito entidades âncora: FAO/ONU, Ministério da Agricultura, Syngenta, Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Aprosoja, Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Abramilho, Embrapa e Associação Brasileira de Proteína animal (ABPA). “ Embora o Brasil tenha um bom índice de preservação, como sabemos, a previsão de uma necessidade maior de produtos agro desencadeia desde já uma busca por melhorar a produção, mas mantendo as nossas reservas naturais”, ressalta Schramm.

Durante os debates, o conselheiro do Sindag aproveitou para apresentar rapidamente o setor, ressaltando suas inovações tecnológicas e sua importância para aumento de produtividade com responsabilidade ambiental. Schramm também reforçou o papel da aviação na segurança alimentar mundial. “Temos que valorizar mais o que já estamos fazendo em termos de preservação, que não é pouco, e mostrar isso à sociedade.”