Imprensa

Sindag acompanha debate na Câmara sobre problemas na cadeia do arroz

/ /

O Sindag participou na terça-feira (dia 21) da Audiência Pública sobre a defesa da cadeia produtiva do arroz, da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, na Câmara dos Deputados. A reunião havia sido solicitada pelos deputados Alceu Moreira (PMDB-RS) e Luís Carlos Heinze (PP-RS), que revezaram o comando dos trabalhos. Além da excessiva carga tributária sobre a produção, a audiência debateu alguns disparates na relação comercial do Brasil com vizinhos do Mercosul, principalmente o aumento, no último ano, em 50% na entrada de arroz importado, que entra a preços mais baixos do que o nacional – muitas vezes com uma isenção fiscal não aplicada ao produto nacional.

Outro problema discutido por parlamentares e representantes da cadeia arrozeira são normas aplicadas aos produtos brasileiros que não incidem sobre o arroz importado, beneficiando o produto de fora. Caso, por exemplo dos insumos proibidos no Brasil que são autorizados no Uruguai e, apesar disso, não há nenhuma restrição à importação do arroz de lá, que muitas vezes entra no Brasil inclusive com resíduos químicos.

O encontro teve a participação de representantes do Ministério da Agricultura e da Companhia nacional de Abastecimento (Conab), Anvisa e outros órgãos federais. Também participaram o secretário estadual de Agricultura do RS, Ernani Polo, o presidente da Federarroz, Henrique Dorneles, e do Irga, Guinter Franz, além de representantes da Farsul, do Sindarroz/RS e outras entidades.
O Sindag esteve representado no encontro pelo presidente Júlio Kämpf, pelo diretor-executivo Gabriel Colle e pelos assessores parlamentares Pietro Rubin e José Cordeiro de Araújo.

Clique AQUI para ver o vídeo da audiência