Imprensa

Sindag apresentará os novos números da frota aeroagrícola durante Abertura da Colheita do Arroz

/ /

Anúncio será na quarta-feira (dia 20), durante o Sindag na Estrada que vai ocorrer dentro do evento, em Capão do Leão, no Rio Grande do Sul

    O Sindag divulgará na próxima semana os dados atualizados da frota de aviões e helicópteros usados para o trato de lavouras no Brasil, incluindo ranking por Estados e os números sobre operadores aeroagrícolas no País. Será durante a 29º Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que vai de quarta (20) a sexta-feira (22), em Capão do Leão, no Rio Grande do Sul.

    O lançamento dos relatórios sobre aeronaves e operadores vai ocorrer durante o Sindag na Estrada – encontro de aviação agrícola, no dia 20, às 19 horas, no Auditório Principal do evento.

    Nos três dias da programação, o sindicato aeroagrícola terá também um estande na mostra das Vitrines Tecnológicas, com demonstrações práticas de um drone de pulverização e levando (através de realidade virtual) os visitantes para dentro de uma operação com avião agrícola. Isso além da mostra de tecnologias embarcadas. A Abertura Oficial da Colheita do Arroz ocorre na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado. Fica ao lado do campus da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – Av. Eliseu Maciel, s/n°.

SEGUNDA MAIOR DO MUNDO

      O diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle, explica que o relatório da frota está em fase de conclusão, mas já aponta um crescimento significativo no número de aeronaves agrícolas em 2018, em relação ao ano anterior. Também aumentou o número de empresas prestadoras de serviços aeroagrícolas para produtores e o País continua tendo a segunda maior força aérea agrícola do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos.

    O estudo está a cargo do engenheiro agrônomo e consultor do Sindag Eduardo Cordeiro de Araújo, que se debruçou sobre os dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Como em todos os levantamentos desde 2012, Araújo avaliou dados também sobre os tipos de aviões e os fabricantes que atuam no País, entre outras informações. Ex-diretor do Sindag e envolvido no setor desde o final dos anos 60, Araújo é hoje uma das mais importantes referências sobre a aviação agrícola nacional.

AVIAÇÃO E DRONE

    Já a parte de demonstrações, as operações aeroagrícolas em óculos de realidade virtual integram o projeto Aviação Agrícola 360°, do Instituto Brasileiro de Aviação Agrícola (Ibravag). Por ele, os visitantes podem ter a sensação de participar de todas as etapas de uma operação aeroagrícola – desde o briefing do voo, até a preparação do avião, além de voar sobre a lavoura.  A iniciativa serve para mostrar a rotina, importância e segurança da aviação agrícola tanto para pessoas leigas quanto para produtores rurais e profissionais que pensam em apostar nesse mercado.

    Paralelamente, a demonstração com drone de pulverização estará a cargo da SkyAgri e da Schroder Consultoria, que vai realizar voos em uma lavoura experimental ao lado do estande do Sindag. A SkyAgri é uma spin-off (nesse caso, o braço agrícola) da SkyDrones e levará para o evento o drone Pelicano, que transporte 10 quilos ou 8 litros de produto e tem capacidade de cobrir um hectare com um único voo (automático ou assistido por computador com câmera). A empresa também fornece tecnologias em drones de monitoramento de lavouras.

Aviação Agrícola 360° estará entre as atrações do estande…

… junto com as demonstrações de drone de pulverização e equipamentos embarcados