Imprensa

Sindag garante assento no Conselho do Parque do Espinilho

/ /

O Sindag garantiu na última semana assento no Conselho Consultivo do Parque Estadual do Espinilho, no município de Barra do Quaraí, no sudoeste do Rio Grande do Sul. O grupo foi oficializado no dia 26, concluindo um processo iniciado em 2015 com a realização de vários encontros entre a equipe gestora do Parque e a comunidade da região. O sindicato aeroagrícola está representado na entidade pelo conselheiro Nelci Afonso Arenhart, da empresa Arenhart Aviação Agrícola, de Uruguaiana e ainda deve indicar um suplente.

A reunião definitiva era esperada desde agosto do ano passado, quando o Sindag já havia manifestado a intenção de colaborar com os trabalhos. O encontro da última semana durou mais de três horas e o Conselho Consultivo foi composto por 27 instituições governamentais e da sociedade civil, incluindo ONGs, prefeitura, sindicatos e associações comunitárias além de órgãos de pesquisa e extensão.

O encontro foi realizado no Salão Comunitário da Comunidade de Guterres, próxima ao parque, e contou com a participação de representantes de instituições como Associação dos Arrozeiros de Uruguaiana, Sindicato Rural de Barra do Quaraí, Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Quaraí, Unipampa, IRGA, CORSAN, Brigada Militar, Câmara de Vereadores, Polícia Rodoviária Federal e outras (foto).

ECOSSISTEMA ÚNICO

Criado em 1975, o Parque Estadual do Espinilho (PEE) abrange mais de 1,6 mil hectares e conta com um ecossistema único no País. No local existem uma vegetação típica de savana e podem ser encontrados bandos de capivaras, alguns cervos galhados, graxains, pacas, lontras, jaguatiricas e outros animais.

Historicamente, os operadores aeroagrícolas da região já vinham mantendo uma boa relação com as autoridades encarregadas da área e com a própria Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA). Inclusive colocando aviões à disposição para combate a casos de incêndios florestais na área.

TAIM e OUTRAS ÁREAS

O Sindag também já é há anos membro titular do Conselho Consultivo da Estação Ecológica do Taim, no Sul do Estado. Onde, aliás, em mais de uma oportunidade teve apoio da aviação agrícola no combate a incêndios em sua área. O sindicato aeroagrícola também é uma das 20 instituições que integram o Conselho Consultivo da Reserva Biológica do Mato Grande, no município de Arroio Grande/RS.