Imprensa

Sindag inicia segunda fase na preparação de ferramenta para cálculo custos de serviços aeroagrícolas

/ /

   O Sindag iniciou na última semana a segunda fase da elaboração de uma ferramenta para auxiliar as empresas aeroagrícolas no cálculo de custos e preço de seus serviços. Depois de uma primeira rodada de testes com a versão inicial, iniciada em agosto, agora 68 empresas aeroagrícolas estão testando a versão aperfeiçoada a partir do próprio feedback dos operadores.

   Entre as principais novidades da versão 2.0 da Planilha Formação do Preço de Venda dos Serviços Aeroagrícolas está a criação de uma janela com resultado de cada operação (receita, despesas e lucro). O sistema também ganhou uma aba de planejamento tributário nas cinco formas de tributação – Lucro Real, Presumido, Arbitrado e Simples Nacional (anexo III e anexo V), além de visualização do Ponto de Equilíbrio valor da operação em que o lucro seria zero).

   O trabalho está sendo coordenado pelo assessor contábil do Sindag Marcone Hahan de Souza (M&M Assessoria Contábil). Não por acaso, a palestra de Marcone sobre o cálculo de custos havia sido uma das mais concorridas do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, ocorrido em agosto, em Maringá/PR. Na ocasião (veja abaixo), ele abordou diversos aspectos importantes que muitas vezes não são lembrados pelos empresários na hora de calcular o preço do serviço (e que agora estão inclusos na nova ferramenta), como criação de um fundo para despesas como décimo terceiro e férias dos funcionários, entre outros gastos.

   A intenção do Sindag é disponibilizar a ferramenta a todas as empresas associadas à entidade, logo que o sistema estiver 100% concluído.