Imprensa

Sindag na Estrada é apresentado em comitê do Cenipa com 64 entidades

/ /

    Os resultados positivos da rodada do Sindag na Estrada realizada em março no Paraná e Santa Catarina, em parceria com o Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa V), foram destaque nessa terça-feira (8) na 69ª reunião do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CNPAA), em Brasília. O encontro ocorreu na sede do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que coordena o grupo, e o Sindag foi representado pelo secretário executivo Júnior Oliveira.

   Oliveira apresentou à plenária um panorama atualizado do setor aeroagrícola no País e falou sobre o trabalho do Sindag na defesa e transparência do setor, além da busca de aproximação com a sociedade. Mas o ponto alto da fala foi a apresentação dos resultados do Sindag na Estrada – Segurança de Voo, realizado em março com encontros em Londrina, Palotina, Guarapuava, no Paraná, e na catarinense Luiz Alves. No total, a rodada mobilizou cerca de 400 pessoas, entre empresários, pilotos, produtores rurais, técnicos e estudantes.

DIFERENCIAL

   A apresentação destacou à plenária do CNPAA o formato diferenciado que a programação teve na rodada de março – que abrangeu as edições de números 12 a 15 do Sindag na Estrada: A primeira parte com o histórico, cenário atual da aviação agrícola e ações do ponto de vista institucional e, em seguida, a palestra com o tema Segurança de Voo, abordado por um representante do Seripa V.

   O representante do sindicato aeroagrícola explicou ainda que a intenção da entidade é manter a Segurança de Voo no programa de debates dos próximos Sindag na Estrada, em parceria com o Seripa V quanto com os outros Serviços Regionais vinculados ao Cenipa. Os próprios Seripas manifestaram interesse na parceria, que, ao que tudo indica, poderá agora abranger todo o País. Oliveira também esclareceu dúvidas dos participantes e representantes de diversas entidades elogiaram o trabalho do setor aeroagrícola, revelando estarem acompanhando mobilização da aviação agrícola.

Aliás, entre as definições do encontro, o Sidnag está entre os integrantes da Comissão Sobre Manutenção Aeronáutica, que deverá abrager debates sobre oficinas e pessoal de manutenção.