Imprensa

Sindag participa de debate para preservação do Banhado do Maçarico no RS

/ /

O Sindag está participando da discussão para a recategorização da Reserva Biológica Estadual do Banhado do Maçarico, uma área de 6.253 hectares no município de Rio Grande, no sul do Rio Grande do Sul. O processo é uma iniciativa Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e foi pauta de uma reunião na última terça-feira (dia 7), em Rio Grande. O sindicato aeroagrícola foi representado no encontro pelo seu conselheiro na Estação Ecológica do Taim (outra área ambiental próxima), o empresário Alan Sejer Poulsen. O encontro foi promovido pela Departamento de Biodiversidade da Sema e pela Associação de Moradores e Proprietários do Banhado do Maçarico.

A intenção é transformar a Reserva Biológica em Refugio de Vida Silvestre, o que permitiria, por exemplo, a continuidade da exploração econômica de forma racional de parte da área, como sempre ocorreu. “Como reserva biológica, o Estado teria que desapropriar toda a área e retirar todos os produtores rurais do local. O que, ironicamente, acabaria prejudicando parte das espécies que se pretende proteger”, explica Poulsen. Nesse caso, ele refere-se ao exemplo do caminheiro-grande (Anthus nattereri), uma ave que se se beneficia do campo nativo usado para criação de gado (com pasto mais baixo).

A reclassificação da área foi proposta por um grupo de trabalho formado em 2016, dentro da Sema. A unidade de conservação foi criada em 2014, porém, o ato não foi precedido de consulta pública, como exige a legislação. Com isso, a intenção é corrigir a falha e garantir ganhos sociais e ambientais para o projeto. A reunião da última terça teve a participação também do Conselho de Defesa do Meio Ambiente de Rio Grande e marcou o processo de Consulta Pública para a reclassificação da área.
O processo inclui também uma consulta pela internet (clique AQUI para acessar) e terá ainda uma reunião pública que deve ser marcada para o início de 2018.

Além de ter assento no conselho da Estação do Taim e participar da discussão para preservação da área do Maçarico, o Sindag também é uma das 20 instituições que integram o Conselho Consultivo da Reserva Biológica do Mato Grande, no município de Arroio Grande/RS, e no Conselho do Parque Estadual do Espinilho, em Barra do Quaraí, no sudoeste do Estado.

10