Imprensa

Sindag participa de encontro com ministra da Agricultura em Uruguaiana

/ /

    O empresário Nelci Afonso Arenhart, da empresa Arenhart Aviação Agrícola, de Uruguaiana, representou o Sindag no encontro entre lideranças da cadeia do arroz com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ocorrido nessa quinta-feira (24), em Uruguaiana. A ministra sobrevoou a região antes do encontro e recebeu os relatos das perdas na agricultura. Segundo a segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), os prejuízos na Fronteira Oeste devem passar de R$ 786 milhões nas lavouras de soja, milho e arroz.

    A reunião ocorreu no Sindicato Rural de Uruguaiana e o senador eleito Luís Carlos Heinze (PP/RS) foi porta voz das reivindicações dos produtores, que pediram renegociação de dívidas, revisão de cláusulas com o Mercosul, além de recuperação do preço mínimo do arroz e de impostos que recaem sobre o produto. “Trinta por cento do saco de arroz é para pagar imposto”, disse Heinze. O parlamentar ressaltou que as cheias de agora, que causaram perdas de 750 mil toneladas, aumentaram a urgência por uma resposta às demandas dos arrozeiros, que já somavam R$ 3,6 bilhões de prejuízos nos últimos dois anos.

    A ministra estava acompanhada do presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Federal, Alceu Moreira, do deputado Federal, Osmar Serraglio (PP/PR) e do secretário de Política Agrícola do Ministério, Eduardo Sampaio, além do vice-presidente de Agronegócios do Banco do Brasil, Ivandré Montiel da Silva. Ela anunciou auxílio federal para a reconstrução de estradas e acessos a propriedades, além de recursos da Saúde. Especificamente sobre as demandas dos produtores, não houve anúncio de recursos. No entanto, Tereza Cristina se comprometeu a apoiar produtores quanto à entrada de produtos mais baratos do Mercosul, preços mínimos e securitização rural, entre outros pleitos.