Imprensa

Sindag passa a integrar Coordenação de Agricultura Digital do Mapa

/ /

Estreia foi na reunião da última quarta-feira, onde discussões giraram em torno principalmente da falta de conectividade no campo, impossibilitando integração de ferramentas técnicas e de gestão

O Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) estreou nessa quarta-feira (7) entre os novos membros da Coordenação de Agricultura Digital e de Precisão no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A reunião do grupo ocorreu no Auditório Deputado Moacir Micheletto, no edifício sede do Ministério, em Brasília e o Sindag foi representado pelo assessor parlamentar Napoleão Salles, que fez uma apresentação sobre as ações do sindicato aeroagrícola, dados sobre o cenário atual e a evolução da aviação agrícola no País. Com isso o setor aeroagrícola passa a integrar de maneira mais profunda os debates sobre a implantação e desenvolvimento da agricultura 4.0 no Brasil.

Ações do Sindag e desenvolvimento da aviação agrícola brasileira foram apresentados ao grupo

Detentora de alta tecnologia, a aviação agrícola transita cada vez mais por um cenário onde a tendência são ferramentas de gestão, equipamentos auxiliares (como drones e sistemas de abastecimento) e  vários sistemas de dados atuando de maneira conectada, para otimizar o trabalho, cortar custos e melhorar a produtividade.

CONECTIVIDADE

Conforme Salles, a reunião de quarta-feira tratou principalmente de temas relacionados à automação e digitalização do campo, e como isso ainda esbarra na falta de conectividade nas áreas rurais. O problema foi foco de um estudo cujos resultados forma apresentados no encontro, deixando claro a necessidade de instalação de mais antenas nas zonas de produção pelo País.

O encontro foi presidido pelo coordenador do Grupo, Fabrício Juntolli. Entre outros temas da pauta, ele destacou que a Coordenação de Agricultura Digital está preparando a minuta do Plano Nacional de Agricultura Digital e de Precisão, que será levado à ministra Tereza Cristina. Ele também convidou o Sindag e os demais presentes para o lançamento, na próxima quarta-feira (12), da Câmara Agro 4.0, iniciativa da Secretaria de Inovação do Mapa e do Ministério da Ciência, Tecnologia, inovações e Comunicações (MCTIC). A conectividade no campo é justamente tema de um dos grupos de trabalho da Câmara, que já tem grupos criados também para os temas Desenvolvimento Profissional, Cadeias Produtivas e outros.  

Outra frente de trabalho apresentada nessa quarta foi quanto ao Projeto de Lei 149/2019, que tramita na Câmara dos Deputados para instituir a Política Nacional de Incentivo à Agricultura de Precisão. A Coordenação de Agricultura Digital deve enviar um comunicado à Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara pedindo que a matéria entre na pauta do grupo na próxima semana.

Além do Sindag, estrearam na Coordenação nessa semana a Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil), Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) e a Sociedade Brasileira de Agroinformática (SBIAgro). Outras oito entidades participaram da reunião e o próximo encontro do grupo foi agendado para o dia 6 de novembro.