Imprensa

Sindag reativa pauta positiva com Anac, prorroga pesquisa com Embrapa e tem reunião com deputados em Brasília

/ /

Reuniões com diretorias da Anac e da Embrapa e encontros com parlamentares no Congresso Nacional estiveram na agenda cumprida nessa quarta-feira (dia 22) pelo Sindag na capital federal.  Liderada pelo presidente Júlio Kämpf, a comitiva do sindicato teve ainda vice Nelson Peña e o diretor-executivo Gabriel Colle, além do assessor parlamentar do sindicato, José Cordeiro de Araújo e do consultor Napoleão Puente Salles.

ANAC

O primeiro compromisso do dia foi uma reunião na sede da ANAC em Brasília, para tratar de diversas demandas que o sindicato vinha negociando nos últimos anos com a Agência. Tópicos como simplificação do Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional (SGSO) – com um manual (MGSO) mais adequado às rotinas do setor, regramento para operações noturnas, padronização dos critérios dos inspacs e outros vinham sendo tratados em uma agenda positiva iniciada em 2014 entre as duas entidades.

Tratativas que já haviam resultado, por exemplo, na autorização e regramento para conversão de motores de aeronaves para o etanol, regulamentação dos equipamentos aeroagrícolas e simplificação da regra para instalação do DGPS. Porém, com a troca de titulares nas diretorias e superintendências da estatal, as informações agora estão sendo niveladas, para a retomada no ritmo das conversações. Inclusive, com a próxima reunião entre Sindag e Anac já agendada para 14 de março, em Brasília.

DEPUTADOS FEDERAIS

No Congresso, os representantes do Sindag tiveram encontros com os deputados Luís Carlos Heinze (PP/RS) e Valdir Colatto (PMDB/SC). Com os parlamentares, além da discussão sobre diversos projetos de leis e iniciativas de interesse do setor aeroagrícola, a comitiva tratou ainda dos preparativos de um evento para comemorar os 70 anos da aviação agrícola brasileira. A ideia é que, além da movimentação em agosto no Congresso Sindag Mercosul e Latino-Americano (dias 8 a 10, em Canela/RS), a Semana Nacional da Aviação Agrícola (dias 13 a 19) tenha um evento pelo aniversário também em Brasília.

EMBRAPA

Na sede da Embrapa, o presidente Júlio Kämpf assinou a prorrogação da parceria da estatal com o Sindag na maior pesquisa até hoje realizada no País sobre tecnologias de aplicação aérea. O projeto Desenvolvimento da Aplicação Aérea de Agrotóxicos como Estratégia de Controle de Pragas Agrícolas de Interesse Nacional abrange seis centros de pesquisa da Embrapa e dez universidades parceiras, além de empresas de tecnologia. O estudo vem sendo realizado desde do final de 2013 e agora vai até o ano que vem, com trabalhos em lavouras de soja, arroz e cana-de-açúcar no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

A pesquisa deve resultar em novos equipamentos e técnicas para aumentar a eficácia e a segurança nas aplicações aéreas. Além de ajudar com aviões, pilotos e pessoal de terra para as operações de campo dos cientistas, o Sindag será responsável por repassar aos operadores o conhecimento gerado com a pesquisa.