Sobre o SINDAG

O SINDAG é o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola e tem como base todo o território brasileiro.

Representa as empresas de Serviços Aéreos Especializados de Proteção à Lavoura, cuja finalidade é proteger ou fomentar o desenvolvimento da agricultura em qualquer de seus aspectos, mediante a aplicação de fertilizantes, defensivos, sementes, combate a pragas, povoamento de águas, combate a incêndios em campos e florestas ou outro uso que vier a ser recomendado, além do comprometimento com a preservação do meio ambiente e saúde da população.

É membro efetivo do Conselho Consultivo da ANAC, da Câmara Técnica Setorial da Indústria de Manutenção Aeronáutica, da Câmara Técnica sobre Regulamentação da Aviação Geral, da Comissão Especial para Assuntos da Aviação Agrícola no MAPA, do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos do CENIPA, da Comissão de Assuntos da Aviação Agrícola do CNPAA/CENIPA, do Comitê Executivo Aeroagricola Privado do Mercosul (Brasil, Uruguai, Argentina e Chile), do Conselho Consultivo da Reserva do TAIM (RS), do Conselho Consultivo do Parque do Espinilho (RS), da Comissão de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos do Mato Grosso do Sul, da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão e Membro do Pacto Global da ONU.

Visão

Tornar a aviação agrícola referência na sustentabilidade alimentar e proteção ambiental.

 

Missão

Representar e defender os interesses da aviação agrícola, visando ao fortalecimento da atividade em todo o território nacional.

Valores

  • Ética
  • Humildade
  • Comprometimento
  • Qualidade
  • Pró-atividade
  • Responsabilidade

História

O Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola tem a missão de representar, assistir e defender os interesses das empresas associadas e dos integrantes da categoria.

O SINDAG foi criado em assembléia realizada no dia 19 de julho de 1991, em São Paulo. Os estatutos da entidade tiveram seu registro completado em 12 de março de 1992, quando, então, iniciaram-se oficialmente as atividades do sindicato.

O SINDAG foi criado pela necessidade que sentiam as empresas de aviação agrícola em ter um sindicato forte, que as representasse legalmente para todos os efeitos, junto aos orgãos oficiais da iniciativa privada e perante a opinião pública. Antes do SINDAG existia a FENAG – Federação Nacional de Aviação Agrícola. Esta entidade prestou grandes serviços ao setor, mas não reunia diretamente as empresas e sim associações regionais de empresas – em número de cinco – e, por não ter características de representação sindical, não podia representar juridicamente os associados. Daí a necessidade de criação do SINDAG, este sim, investido do poder pleno de representação da classe.