Imprensa

Operações aeroagrícolas e fitossanidade em pauta na CNA

/ /

Tema esteve na pauta entre a entidade e suas federações estaduais e, nesta terça, será o foco de uma teleconferência com o Sindag

A pulverização aérea de lavouras em estados e municípios esteve na pauta da reunião entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e suas federações estaduais, ocorrida na última semana. O encontro foi na sexta-feira (13) e representantes do Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso e Rio Grande do Sul expuseram a preocupação em relação ao tema. O grupo também alinhou estratégias de comunicação e ações institucionais com órgãos reguladores, parceiros e políticos.

“O tema tem sido recorrente em diversas instâncias nas unidades da Federação. O objetivo da reunião foi promover a troca de informações nos estados para que o setor possa construir uma estratégia única de melhoria da comunicação em relação ao tema e criar subsídios para as discussões nas Comissões Nacionais da CNA”, afirmou o coordenador do Grupo de Trabalho de Fitossanidade da CNA, Antônio Marcos (Tom) Prado.

Segundo Tom Prado (centro), tema tem sido recorrente nos Estados Foto: Wenderson Araújo/CNA

PROXIMIDADE

O Sindag deve ter uma reunião nesta terça-feira (24) com a Confederação (via web), para reforçar estratégias e informações sobre o setor. Nesse sentido, o sindicato aeroagrícola vem (já há anos) mantendo contato sistematicamente tanto com a CNA quanto com as federações estaduais e outras entidades agrícolas em todo o País. Tanto que a aproximação constante com a sociedade é ponto crucial no Planejamento Estratégico do Sindag, assim como a construção de uma reputação baseada em transparência e boas práticas no setor.

Outro ponto tratado na reunião da última semana foi o registro de agroquímicos. O tema entrou na pauta de discussão da Confederação com o intuito de auxiliar o Ministério da Agricultura na coleta informações para a consulta pública de priorização de registro feita junto às Câmaras Setoriais do MAPA. A CNA centralizará as demandas das Federações.

[fbcomments]