Aeroagrícola combate incêndio em algodão no MT

Operação ocorreu no interior de Diamantino e teve o lançamento de cerca de 27 mil litros de água contra as chamas em uma fazenda

A aviação agrícola foi fundamental para o combate a um incêndio em fardos de algodão em uma fazenda no interior do município de Diamantino, no Mato Grosso. A operação foi na última sexta-feira (14) e ficou a cargo da empresa Aero Agrícola Rondon, de Tangará da Serra. Conforme o Luan Lima, do Setor Administrativo da empresa, o incêndio teria começado no meio da manhã, em uma fazenda na localidade de Deciolândia. Os funcionários não conseguiram controlar as chamas e, pouco depois do meio-dia, pediram apoio aéreo à Rondon.

Lançamentos aéreos seguraram as chamas, poupando o algodão que ainda estava intacto e permitindo o combate terrestres

Conforme Lima, foram quase duas horas e meia de operação com um avião Air Tractor AT-802, com capacidade de 3 mil litros. A aeronave lançou cerca de 27 mil litros de água sobre os fardos de algodão que ainda não haviam queimado, próximos à linha do fogo. A estratégia foi manter uma barreira contra as chamas, que assim puderam ser combatidas por terra pelos funcionários da fazenda.

A Rondon atua em combate a incêndios desde o ano 2000. Em 2019 já havia participado de operações de combate a incêndios em áreas de cana-de-açúcar e no Pantanal. Ainda no ano passado (em setembro) a associada do Sindag deu apoio ao Corpo de Bombeiros do Mato Grosso, atuando voluntariamente no combate às chamas na Serra do Tapirapuã, entre Tangará da Serra e Nova Olímpia. Ação protegeu animais silvestres e a mata nativa, rendendo à empresa uma Moção de Aplauso da Assembleia Legislativa mato-grossense.

Comments

wonderful comments!