Colunas

O que é Estratégia?

Estratégia é antigo, pois vem da prática militar. As primeiras organizações a usar apareceram na década de 50, pois nesta época as empresas sentiam a necessidade de sobreviver no mercado competitivo e inovador, fazendo com que a necessidade de pensar a longo prazo, fosse maios do que as decisões de curto prazo (MOTTA, 1995).

Este termo veio como uma maneira de vencer o concorrente como se as empresas estivessem numa guerra, mas com o tempo este conceito vem assumindo diferentes formas e significados. Na visão clássica, Chandler (1962) chamou atenção das organizações que a determinação de objetivos específicos de longo prazo deve ser acompanhado de ações e recursos no atingimento de metas.

Ansoff (1983) diz que estratégia é um grupo de regras na tomada de decisões, fazendo com que seja atingido os objetivos e satisfação da empresa com seu stackholders. Para Mintzberg (2001) a estratégia é composta por objetivos e metas ao qual defini como e o que a empresa vai atuar.

A afirmação de PORTER (1996), diz que a estratégia é a combinação dos fins com os meios pelos quais está buscando chegar lá.

Na perspectiva moderna o aprendizado organizacional ganham ênfase, sendo na opinião de Volberda (2004) as fontes potenciais de vantagem competitiva da visão moderna.

Kaplan e Norton conceituam estratégia como a escolha dos segmentos de mercado e clientes que as unidades de negócios pretendem servir, identificando os processos internos críticos nos quais a unidade deve atingir a excelência para concretizar suas propostas de valor aos clientes dos segmentos alvo, e selecionando as capacidades individuais e organizacionais necessárias para atingir os objetivos internos, dos clientes e financeiros. (KAPLAN; NORTON, 1997, p.38).

Formulação das estratégias

Depois de definir objetivos e metas a formulação das estratégias, para Porter (1999) podem ser definidas em três grupos.

·  Liderança em custo: nesta estratégia a empresa se preocupa em “brigar” por preços menores do mercado, buscando aumentar a sua participação.

·  Diferenciação: nesta estratégia a organização se preocupa em buscar um produto ou serviço diferenciado para obter destaque no mercado, através da valorização do cliente. Geralmente deve haver  maiores investimentos desenvolvimento de novos produtos ou serviços.

·  Foco: geralmente se utiliza esta estratégia em mercados pequenos, dando assim a obrigação de conhecimento maior sobre as necessidades e anseios deste mercado. Esta estratégia requer um alto grau de investimento em pesquisa de mercado para conhecimento do cliente.