Mais uma aeroagrícola capacita pilotos para a temporada de incêndios

A empresa Tradição Aero Agrícola, situada no município goiano de Caiapônia, promoveu nesta semana um treinamento em aéreo a incêndios. A movimentação foi na base da empresa e envolveu os cinco pilotos que devem atuar na temporada de incêndios em lavouras e áreas de preservação, que vai até setembro. Segundo o empresário Lourival Lopes Freitas, também participaram mecânicos, técnicos e outros funcionários.

A Tradição opera no sudoeste do Estado, mesma região da Textor Aviação Agrícola, que no último mês havia feito o treinamento de seus pilotos para os plantões contra o fogo. Os instrutores desta vez foram a especialista Mônica Maria Sarmento e Souza – do Ministério da Agricultura e com formação em Aviação de Combate a Incêndios no Canadá, Espanha e Chile. Além do piloto Sepé Tiaraju Barradas, um dos profissionais mais experientes do País nesse tipo de atividade. O treinamento durou dois dias, sendo a segunda-feira (2) de teoria e a terça (3) de exercícios práticos.

EXPERIÊNCIA

“A turma já tinha experiência contra fogo, mas achamos melhor aperfeiçoar o grupo, trazendo gente de peso para falar sobre coordenação com as aeronaves, aproximação e ataque ao fogo, por exemplo”, explica Freitas. Cada piloto teve que realizar cinco lançamentos, somando uma hora de voo. O empresário destaca que a tradição terá este ano terá três aeronaves Ipanema (com motor a pistão e capacidade para 950 litros de água cada) de prontidão para atender aos chamados de produtores.

O serviço tem ainda o suporte de uma caminhonete e dois caminhões para transporte de combustível e equipamento. “Serão cinco pilotos, cinco executores (técnicos agrícolas com especialização em operações aéreas) e dois coordenadores de aviação agrícola (agrônomos) no revezamento da prontidão.”

Conforme o empresário, os casos de incêndios ocorrem principalmente nas lavouras de cana-de-açúcar e milho. “Na palhada e nas plantas em pé. Às vezes também temos que proteger nascentes e algumas áreas verdes, completa.

Os profissionais tiveram um dia de sala de aula…

 

…e a terça foi de exercícios práticos simulando operações contra chamas

Comments

wonderful comments!